Resumo: Participação do Brasil na II Guerra Mundial.

"A Cobra vai Fumar!"

“A Cobra vai Fumar!”

 

Objetivos da Aula: 

•Identificar os motivos que levaram o Brasil a participar da 2ª Guerra Mundial;
• Conhecer o papel desempenhado pelos pracinhas brasileiros nesse conflito;
• Entender as repercussões econômicas, políticas e sociais da Segunda 2ª Mundial no Brasil. 
 
 
 

A Participação do Brasil na II Guerra Mundial.

 Com relação à Segunda Guerra Mundial, a situação do Brasil se mostrava completamente indefinida. Ao mesmo tempo em que Vargas contraía empréstimos com os Estados Unidos, comandava um governo próximo aos ditames experimentados pelo totalitarismo nazi-fascista. Dessa maneira, as autoridades norte-americanas viam com preocupação a possibilidade de o Brasil apoiar os nazistas cedendo pontos estratégicos que poderiam, por exemplo, garantir a vitória do Eixo no continente africano.

A preocupação norte-americana, em pouco tempo, proporcionou a Getúlio Vargas a liberação de um empréstimo de 20 milhões de dólares para a construção da Usina de Volta Redonda. No ano seguinte, os Estados Unidos entraram nos campos de batalha da Segunda Guerra e, com isso, pressionou politicamente para que o Brasil entrasse com suas tropas ao seu lado. Pouco tempo depois, o afundamento de navegações brasileiras por submarinos alemães gerou vários protestos contra as forças nazistas.

Dessa maneira, Getúlio Vargas declarou guerra contra os italianos e alemães em agosto de 1942. Politicamente, o país buscava ampliar seu prestígio junto ao EUA e reforçar sua aliança política com os militares. No ano de 1943, foi organizada a Força Expedicionária Brasileira (FEB), destacamento militar que lutava na Segunda Guerra Mundial. Somente quase um ano depois as tropas começaram a ser enviadas, inclusive com o auxílio da Força Aérea Brasileira (FAB).

Os pracinhas na Itália

Imagem16A FEB esteve presente na Europa e lutou na 2ª Guerra contra as forças do Eixo no norte da Itália. Fez um total de 20.573 prisioneiros e 462 pracinhas tombaram em combate. Todas as armas utilizadas pela FEB na Itália eram de procedência norte-americana, substituindo as de fabricação francesa, alemã e tcheca que eram usadas até então pelo Exército Brasileiro. 

 

 

 

Repercussões da guerra no Brasil

 Durante a guerra, o Brasil passou por problemas de abastecimento de artigos de primeira necessidade, como combustíveis, remédios, tecidos e trigo. Além disso, os estrangeiros oriundos de países do Eixo sofreram intensa vigilância por parte do governo brasileiro. As atividades e as associações de imigrantes italianos, alemães e japoneses passaram a ser controladas.

Os estados sulistas, onde era forte a presença de pessoas de origem italiana e alemã, foram bastante vigiados, e proibiu-se o ensino de língua estrangeira nas escolas. Naquele período muitas pessoas de origem germânica em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul falavam e eram alfabetizadas em alemão.

Ao final da guerra, quando várias ditaduras, como o regime fascista na Itália e o nazista na Alemanha, foram derrotadas, a situação de Vargas tornou-se insustentável.

No poder desde 1930, ficava cada vez mais difícil para Vagas explicar como a ditadura brasileira tinha lutado, junto com os países aliados, contra as ditaduras na Europa. No campo interno, a oposição exigia mudanças. Manifestações estudantis lideradas pela União Nacional dos Estudantes (UNE) contra o nazifascismo passaram a agitar o país. Em outubro de 1943, a elite liberal de Minas Gerais lançou um manifesto público pedindo o fim da ditadura. Esse documento ficou conhecido como Manifesto dos Mineiros e foi a primeira manifestação pública de expressão contra o Estado Novo. Depois dessa, outras manifestações surgiram.

Pressionado pelos militares (o mesmo grupo que o conduziu ao poder em 1930), Getúlio Vargas foi obrigado a ceder e renunciou ao poder, em 1945.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s