Resumo: Guerra na Coréia (1950-1953)

No final da Segunda Guerra Mundial, na Conferência de Yalta (1945), o território da Coreia, que esteve sob domínio japonês de 1910 até 1945, foi dividido em duas zonas de ocupação. Destas, em 1948,  originaram-se dois países soberanos: a Coreia do Norte, socialista e sob hegemonia soviética, e a Coreia do Sul, capitalista e sob influência norte-americana.

a-guerra-da-coreia

  Na região da linha que dividia as duas Coreias, o paralelo 38º N, eram constantes  os conflitos armados. Quando Mao Tsé-Tung assumiu o poder na China, os norte-coreanos sentiram-se encorajados e avançaram militarmente sobre o sul. Em 1950, a China e a União Soviética apoiaram a ação, enquanto os Estados Unidos saíram em socorro da Coreia do Sul.

guerra_da_coreia

  Os Estados Unidos e seus aliados conseguiram que a ONU considerasse a Coreia do Norte agressora e autorizasse o envio de tropas internacionais à região. As incursões militares da ONU, sob a liderança norte-americana, avançaram sob o comando do general MacArthur, ocupando boa parte da Coreia do Norte, quase até a fronteira da China. Isso levou Mao Tsé-Tung a adotar uma poderosa ofensiva e obrigar as tropas internacionais a recuar até o limite anterior.

  Em 1953, soviéticos e norte-americanos intensificaram as negociações por um cessar-fogo, que culminou no fim da guerra e na manutenção da divisão da Coreia. Mais de um milhão de pessoas perderam a vida nesse conflito, que quase se transformou numa guerra nuclear.

Guerra da Coreia - BRESCOLA

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s